Loja do Haw, Roterista vs Desenhista entre outras coisas


Loja do Haw,
Roteirista e Desenhista,
Organização dos textos na pagina 
de  quadrinhos.

Lost in Space and lost in Time.
Passa no Deviant Art do Haw... tem um monte de coisas espaciais perdias por lá.


Atenção!

Essa matéria vai conter mais textos que imagens, espero que você realmente esteja preparado para ler, e interessado em aprender também.

Olá pessoal como vão?

Hoje era pra ter matéria prática, mas coisas aconteceram e infelizmente não tive tempo de fazer algo bacana para vocês por isso peço desculpas. Como sabem estou fazendo um projeto em parceria com o pessoal aqui da minha cidade, e eu tive que desenhar duas historias. O desenho acima é uma página escrita pelo Matheus, um dos participantes do grupo.

Bem achei interessante falar sobre algumas coisas sobre isso, pois um dia talvez vocês passem por uma experiência parecida desenhando o roteiro de uma outra pessoa. Mas antes gostaria muito da atenção de vocês leitores.

Pra quem sempre passa por aqui deve ter notado que mudei pequenas coisas no blog, acima das matérias agora ficam os marcadores, achei que assim ficaria mais  fácil para vocês encontrarem as matérias.

A outra mudança é o botão do Haw Store. Sim é a minha loja.

- Olha o Haw virando um capitalista.
- Sim meu amigo fã da jump, alias você adora gastar com figures do Naruto, mas ajudar meu blog que é bom nada né...

Enfim, na loja estou vendendo ilustrações e serviços, passem por lá e deem uma boa olhada, estou tentando levantar um capital para poder continuar com meus projetos e com o blog.

Além disso me deram a ideia de fazer uma campanha nesses sites de ajuda coletiva, mas como ainda não tenho nada concluído achei melhor não anunciar nada por lá.

Bem dado recado sobre a Haw Store. Visitem minha loja e gastem fortunas por lá, quanto mais  grana aparecer lá mais novidades eu terei para vender para vocês. http://hawstore.blogspot.com.br/

Agora falando um pouco sobre o projeto que está rolando por aqui e isso vai servir para ajudar vocês a criar as suas parcerias.

Grupo.

Acho que todo mundo já tentou montar um grupo para fazer uma HQ. Montar um grupo exige paciência, pois vocês vão lidar com pessoas e cada um pensa de um jeito diferente.

Mas isso não vem ao caso no momento. O que eu quero falar é sobre a parte prática, sobre o que rola quando uma pessoa faz o roteiro e outra desenha, isso não é fácil, existe muitas coisas que vocês devem pensar antes de sair criando as paginas, tanto para o roteirista quanto para o desenhista.

Vamos a um exemplo.


"Página 1

Nessa primeira página eu pensei em começar com uma visão bem distante do satélite e ir
aproximando aos poucos, para só na página 2 termos uma visão do Marcos consertando
o satélite.
Quadro 1: Nesse primeiro quadro a ideia é mostrar uma imagem do espaço, pode ser a Terra
vista bem de longe ou uma imagem genérica do espaço.
LEGENDA (retangular sem apontamento): Ainda lembro da minha professora fazendo uma comparação em escala: “Se o sol fosse
do tamanho de uma laranja, a Terra seria do tamanho de um grão de areia”.
LEGENDA: “A distância entre a laranja e o grão de areia seria de nove metros”.

Quadro 2: Agora temos uma visão mais próxima da Terra e a lua, mas não o bastante pra ver o
satélite.
LEGENDA: Era só mais uma aula de ciências, mas eu sempre ficava intrigado com as coisas
grandes do universo…
LEGENDA: Foi quando imaginei pela primeira vez o tamanho de Arcturo, Aldebaran, Antares,
que comecei a ficar realmente assustado!

Quadro 3: Um pouco mais próximo. Já dá pra ver o satélite de longe.
LEGENDA: Eu era um péssimo aluno, vivia colando. Eu não odiava estudar, mas tinha muita
preguiça. Talvez fosse pelo meu Transtorno de Défice de Atenção...

LEGENDA: Mas o universo..."

Fiquem atentos ao texto deixado pelo roteirista, o Matheus já tem uma boa experiência com roteiros e deixa as coisas bem claras, quando você pega um texto assim é só seguir o que está escrito e ir desenhando, mas temos que tomar cuidado com alguns pontos. Vamos lá.

Quando ele fala sobre o quadro 1 por exemplo, de certa forma ele me deixou livre para escolher a imagem que eu fosse desenhar quando isso acontece é legal você pensar bem no conteúdo todo da historia. Como a historia se passa no espaço e não segue o roteiro mangá eu decidi por não usar o traço mangá na historia e sim usar um traço mais solto quase um impressionismo, com isso tive a visão do estilo que a pagina seria desenhada lembrei do Filme "Uma odisseia no espaço" e fui pegando mais referências na internet antes de  começar a trabalhar, depois  disso decidi os materiais que eu iria usar, no caso as paginas foram desenhadas em folhas com 30% de algodão, eu já havia falado dessa folhas em uma matéria passada.

Achei legal também usar apenas a técnica do nanquim aguado, já que ninguém mais usa essa técnica hoje em dia e eu me dou muito bem com ela. Decidido os materiais, as referências, e o estilo ainda me faltava uma coisa; dividir os  quadrinhos. Will Einser escreveu ótimos  livros sobre isso, pois não é simplesmente  dividir os quadradinhos de qualquer forma e sair desenhando, há uma dramaticidade, e também um " tempo" de passagem entre um quadro e outro. No fim das contas a pagina ficou assim.


Não há texto ainda, mas podemos observar as descrições deixadas pelo roteirista.


"Quadro 1: Nesse primeiro quadro a ideia é mostrar uma imagem do espaço, pode ser a Terra
vista bem de longe ou uma imagem genérica do espaço. "


"Quadro 2: Agora temos uma visão mais próxima da Terra e a lua, mas não o bastante pra ver o
satélite."

"Quadro 3: Um pouco mais próximo. Já dá pra ver o satélite de longe."

Com tudo isso tive apenas as passagens da descrições das cenas, notem que quanto melhor  for descrita a cena mais fácil será para o desenhista fazer seu trabalho. Colocar "a desenha qualquer coisa"  não é algo legal de se  fazer sempre deem uma ideia de partida para o desenhista, é claro que você não vai poder exigir que ele desenhe tudo o que você descreveu nos mínimos detalhes e não é legal fazer isso também. Deixar o desenhista livre é algo muito válido.

Agora vem a parte chata, e isso eu faço usando o Photoshop, que é tratar a imagem e colocar os textos nela, o Matheus havia coloca na descrição o seguinte detalhe: "LEGENDA (retangular sem apontamento):"

Isso significa que ele queria que eu colocasse o texto todo dentro de uma caixa com fundo branco mas notem o tamanho do primeiro quadro, ele é bem pequeno e cheio de detalhes, colocar uma caixa fechada com fundo branco e contorno preto iria dar muito mais destaque ao texto e o desenho iria sumir, então eu decidi por conta própria que seria melhor deixar as legendas soltas sem caixa de texto, isso pode ser complicado de se fazer, pois pode ficar difícil de ler os textos.

Mas no fim das contas a página ficou assim. 


Vejam que para dar destaque ao texto eu usei uma fonte branca com um contorno preto, eu gosto muito de  fazer isso pois evita de fazer aquelas caixas de legendas que comem boa parte do desenho, o texto fica em destaque da mesma forma e não é tão difícil de ler, e como não há nenhuma indicação de onde vem a fala a impressão que se tem é que o texto é realmente o pensamento de alguém.

Notem também outra coisa, a ordem de leitura de texto, estamos no Brasil então nossa ordem de leitura é ocidental da esquerda para direita, de cima para baixo.

-AH! num diga Haw... serio mesmo?
-Serio meu amigo entusiasta a mangaká tupiniquim, tem gente que quer copiar tanto o mangá que mesmo sendo brasileiro escreve e desenha no sentido oriental... Acho isso totalmente desnecessário...

Pensando dessa forma eu imaginei onde estariam cada "caixa" de texto que o Matheus escreveu e então achei uma melhor ordem para organizar as frases e tudo ficou assim. 

Existem 6 textos então  como são 3 quadros o Matheus dividiu eles com 2 texto em cada um, e percebam que o último texto termina dessa forma: "Mas o universo..."

Ele fez isso de propósito, isso é para instigar o leitor a querer a virar a pagina e o único lugar que o ultimo texto poderia estar era no canto inferior direito da pagina finalizando ela e fazendo o leitor virá-la por instinto. A minha parte foi apenas distribuir os textos de forma agradável para leitura, por isso a ordem desenhada acima. Percebam também minha preocupação com a ordem de leitura, organizando os textos de forma que eles não ficassem sem sentido para o leitor, isso é muito importante.

Finalizando.

Fazer uma página já roteirizada é muito simples, claro que vai depender de quem escreve. Se o cara for muito confuso nas descrições e não pensar que textos muito grandes podem não caber em um quadro pequeno ele, só vai causar problemas e dor de cabeça para o desenhista, e é dever do desenhista alertar o roteirista sobre isso. Comunicação é tudo.

Também lembre-se sempre de revisar a página, não apenas você e o roteirista, mas pelo menos mais 5 ou 6 pessoas. Nós erramos e não percebemos nossos erros, e só com a revisão de outra pessoa que podemos encontrar esses erros.

Bem galera é isso, eu peço desculpas pela matéria conter tantos textos e ser bem mais teórica do que prática mas espero poder ter ajudado vocês, agora vou voltar para o PS pois ainda tem mais quatro paginas para terminar ainda essa semana.

Até a próxima.


Share this

Related Posts

2 comentários

comentários
28 de setembro de 2014 09:36 delete

Haw tem como te mandar um desenho pra analisar?

Reply
avatar
28 de setembro de 2014 18:31 delete

Sim, eu faço consultoria, mas eu cobro pelo serviço, me envie um e-mail que eu lhe passo o preço, obrigado pelo interesse.

Reply
avatar

Lembre-se eu vou ler seu comentário, apenas pense antes de escrever.

Contato

ricardohaw@gmail.com

Latest Post

Creative Commons

Licença Creative Commons
O trabalho Como Desenhar-mangá de Ricardo Haw está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://comodesenhar-manga.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://comodesenhar-manga.blogspot.com.br/.