De volta.

De Volta.

Matéria Extra.

Processo de aprendizado e de criatividade.

Atenção essa matéria tem a intenção 
 de ser um tapa na cara da sociedade.

Fala galera tudo tranquilo?

Primeiramente alguns avisos.

Finalmente vou poder voltar a postar matérias  regularmente no blog, continuará sendo todas as terças feiras como era antes, finalmente entreguei o TCC de mecânica, então meu tempo está "livre" novamente.

Estou com um projeto em parceria com uma loja aqui da minha cidade, o projeto trata de ministrar palestras e oficinas sobre quadrinhos, vou anunciar mais novidades assim que eu conseguir elas.

Comecei o curso de jogos digitais...

Bem por enquanto são esses os avisos, ainda não confirmei, mas provavelmente eu irei em São Carlos no mês de julho, assim que confirmar eu anuncio para vocês.

E por último hoje comprei meu ingresso do Comic con Experience.

Voltando ao que interessa para vocês hoje vou falar sobre processo de aprendizado e criatividade.

- Haw criatividade não se ensina cara, as pessoas nascem criativas ou simplesmente não são criativas.
- Ótimo  meu grande amigo fã de Capitão Planeta, espero que muitos pensem assim, pois a concorrência nunca irá crescer nesse mercado.

Quando se trata do assunto criatividade eu acredito que o povo brasileiro não é nada criativo, sério tem muitas pessoas que são contra essa ideia, mas é uma critica direta e real. Não, o povo brasileiro não é nada criativo.

E o porquê disso é bem simples, é muito difícil você encontrar pessoas lendo um livro, discutindo algum assunto de importância, ou prestando atenção nas aulas. A maioria das pessoas que vão em cursos ou que ainda estão em idade escolar dão pouca ou nenhuma importância aos estudos.

Assim fica fácil criar o tabu de que "se nasce criativo", balela, isso é desculpa de setores que não querem concorrência no mercado. E é muito fácil controlar isso no nosso país, já que ser um "HU3" é algo que todos querem ser correto?

O que faz a pessoa ser mais ou menos criativa se deve a quantidade de coisas que ela consegue aprender durante sua vida, se você não procura aprender nada de novo, então meu amigo, você viverá de copiar o próximo.

Então aqui vão algumas dicas para melhorar sua criatividade.

  • Não seja um mala.
 Himawari Furutani
(Yuri Yuru)


Lembra da regra numero 1 de todo ilustrador?

Essa regra serve como dica para melhorar seu processo de criatividade, alguns tendem a inflar seu ego por se acharem criativos, se fecham para novas ideias e depreciam as ideias dos outros. Meu amigo, você nunca vai criar algo sozinho nos tempos de hoje.

  • Participe de cursos e oficinas.
 (Suzumiya Haruhi)

Meu amigo Denis do blog denisopimentao.blogspot.com.br/ sempre diz que suas ideias melhoram e  muito  após ter participado de oficinas. Oficinas, debates, e etc, são um ótimo meio de conseguir contato com pessoas que tem a mesma ideia que a sua, além de contar com a presença de alguém que vai complementar muitas coisas no seu processo criativo, se não fosse as oficinas que eu participo tanto como espectador como coordenador acho que esse blog nunca iria existir.

Mas não vá a uma oficina com a ideia de ser o engraçadinho da turma, lembre-se de uma coisa muito complicada no mundo dos ilustradores: Nosso mundo é como uma cidade pequena onde todos se conhecem.


  • "Preste atenção no que estão dizendo".
Amu Hinamori
(Shugo Chara)

Acho que essa dica nem deveria estar aqui, mas é o que eu vejo sempre acontecer quando vou ministrar um curso de desenho (ou participar como espectador), e acreditem isso acontece mais em cursos particulares.

Acho incrível o cara gastar uma grana pesada em um curso para ficar conversando com o amigo do lado ou para ficar ali morgando, valorize seu tempo e seu dinheiro, se você entrou no curso foi para aprender algo, se não cara fica em casa jogando video game e deixa o espaço para quem quer realmente aprender.

Quando alguém está a frente de um curso é porque o cara tem algo a te dizer, discutir sobre o assunto é valido, mas ficar desviando a atenção para assuntos banais é algo desnecessário, quando surgir uma duvida pergunte, tenho certeza absoluta que o coordenador ou professor vai ficar feliz em responder uma pergunta coerente com o assunto.

  • Leia livros.
Hatsumi Miku
(artista desconhecido se alguém souber por favor me avise)

Cansado dessa dica? Ótimo isso quer dizer que você não é um leitor.

Ao ler um livro você aumenta seu campo de ideias, não importa o tema, pode ser um livro pedagógico, literário, poesias, historias, qualquer coisa. Existem N assuntos abordados nos livros, e a experiência de ler um livro é muito diferente do que simplesmente sentar na cadeira e ver um documentário no YouTube ou pegar uma resenha pronta em um blog ou site.

Tem preguicinha de ler? Beleza faça parte do grande mundo "HU3 HU3 BR" que vivemos hoje.

  • Saia de casa.
Sakura Card Captors
(CLAMP)

Essa é uma dica especial para os desenhistas, pintores e ilustradores, escritores, roteiristas e etc.

Todos nós passamos muito tempo dentro de nossos estúdios trabalhando em algo, uma obra de arte leva tempo para ser feita e acabamos nos isolando sem perceber. Sempre tente sair de casa quando tiver oportunidade. A criatividade não está somente no computador ou  nos livros, ela está também lá fora no convívio social, eu li uma matéria essa semana sobre um escritor que perdeu sua inspiração e resolveu procurar um emprego, ele trabalhou seis anos em um bar, bem... da para imaginar a quantidade de historias que ele conseguiu nesse trabalho.

  • Aproveite seu curto tempo na Escola.
 Nichijou.

Acreditamos que passamos muito tempo na escola, mas depois dos vinte percebemos que dez anos não é nada, o tempo que você está ai no ensino fundamental ou médio é um tempo curto, e nesse período de tempo é onde você vai aprender coisas que lhe servirão para o resto da vida.

Talvez você ache inútil aprender função e equações na sexta serie, mas um dia você poderá usá-la para criar um jogo.
As matérias de português são um saco no segundo grau, mas vão fazer falta na hora de fazer uma revisão do roteiro que você criou para aquela editora em questão.

Se escolas existem é por um bom motivo, e não, não é simplesmente para você ir tirar sarro da cara do professor, ou ficar tentando arranjar um rolinho, desde a muito tempo escolas não são levadas a sério nesse país, depois ficamos reclamando que não conseguimos criar algo novo, ou que nada muda.

A maioria dos leitores desse blog estão em idade escolar, e essa dica é para vocês, seria muito legal se nossas escolas fossem como as escolas ilustradas nos mangás e animes que vocês tanto assistem, e nossas escolas podem sim ser daquele jeito, a falta de clubes temáticos (por exemplo) não é pela falta de um planejamento ou de um incentivo do governo, e pela pura falta de interesse dos alunos de quererem ficar depois da aula na escola. Festivais escolares simplesmente não existem no Brasil novamente por falta de interesse dos alunos.

K-on

Ninguém se forma professor no Brasil pelo salário, ninguém se forma professor no Brasil com o intuito de ficar rico, se aquela pessoa está ali a frente da classe tentando dar aula é porquê aquela pessoa ama a sua profissão de educador, e eu posso dizer com toda a certeza que se algum aluno vir com a ideia de criar um festival ou até mesmo um clube será apoiado por todos os professores da escola.

É na escola que você vai aprender a ser criativo, muito dificilmente aquele seu amigo "HU3 the zuera never ends" será um cara criativo, com toda certeza ele será um brasileiro médio que ficará a sombra da sociedade depois de sair da escola.

  • Criatividade não serve apenas para...
Brasileiros não são criativos, criatividade não serve apenas para fazer uma revista em quadrinhos, ou para escrever um livro, ela simplesmente serve para tudo.

A criatividade é algo usado a todo momento, seja para resolver um problema que surgiu de ultima hora, ou uma solução para agradar um novo cliente. Dar um "jeitinho" não é ser criativo, isso é ser um imbecil verde amarelo, não se dá um "jeitinho" para as coisas, nos temos que pensar em uma solução concreta que não vá criar problemas no futuro.

Você pode testar sua criatividade a todo momento, a ideia de nunca ficar satisfeito é a melhor coisa, não se deve pensar "a eu fiz aquilo e está bom" o certo seria pensar "eu fiz aquilo mas vou melhorar da próxima vez que fizer de novo". Mas sem neura pelo amor... encontre seu limite.

Finalizando essa primeira parte.

Acredito sim que; qualquer pessoa pessoa pode ser criativa e que a criatividade é algo que pode ser ensinado, mas como qualquer coisa que estamos aprendendo devemos nos dispor a parar e aproveitar o que estão tentando nos ensinar.

É a velha historia: "Posso levar o burro para a beira do lago, mas é ele que vai decidir beber ou se afogar"

- Haw você escreveu tanto que nem tive vontade de ler tudo.
- Belezera amigo fã de comerciais de cerveja, alias volte para  assistir TV lá é seu lugar.

Agora vou falar sobre o processo interessante que talvez poucas ou nenhuma pessoa parou para pensar até agora nesse nosso "querido" país.

Processo de aprendizagem.



Sério se você estava no google procurando "como desenhar" é porquê você quer aprender algo correto?

Então este assunto serve para você.

Aprender não é simplesmente sentar a bunda na cadeira e ouvir o professor falar, também não é copiar linhas e linhas de textos, ou simplesmente ler uma matéria dessa e jogar ela nos arquivos lixo de sua memória.

Quando estamos estudando seja desenho ou culinária (?) precisamos aplicas o "PPP e TTT".

PPP é Paciência Paciência Paciência.
TTT é  Treino Treino Treino.

Se você tem paciência para aprender e estudar ótimo, crie um pouco mais e continue buscando informações, e depois disso tenha um pouco mais de paciência para entender tudo.
E logo após isso treine, coloque em pratica o que aprendeu, erre a vontade, você só está treinando afinal de contas, não fique cobrando a perfeição nesse momento, lembre-se que a perfeição não existe.

Esse é o processo de aprendizagem, você deve fazer questões coerentes com o assunto, e colocar as respostas em pratica, não adianta estudar sem colocar em pratica, uma está ligada a outra.

Por exemplo não adianta nada eu fazer uma matéria mega elaborada sobre anatomia se você não tira um tempo da sua vida para por em pratica o que está lendo.

Isso é óbvio, e o mais incrível é que ninguém se da conta disso.

Finalizando (pois acho que já escrevi muito).

Aprender é algo que depende daquele que quer aprender (eeeeerrrr! mas é claro) procure assuntos que lhe prendam a atenção, tente tirar proveito deles, se há alguém tentando lhe ensinar algo aproveite e muito, não há valor para conhecimento e isso será algo que ninguém poderá tirar de você.

Criatividade se encontra em todo lugar, basta saber procurar.

Bem galera é isso.

Acredito que a sociedade brasileira anda tomando tanto tapa na cara que; ou um dia ela acorda, ou um dia ela se revolta.  Eu fiz essa matéria com a intenção de despertar uma mudança na cabeça da galera que está nas escolas, é triste ver a situação que nossa educação está passando, mas é mais triste ver que nenhum aluno está ligando para o que está acontecendo...

A maior parte da revolta vem dos professores e não dos alunos, galera, assunto sério, escola pode ser chato, mas sem ela não saberíamos o básico, e tente imaginar um mundo onde você não saberia nem ler e nem escrever, complicado não é mesmo?

Reflita meu caro amigo fã de mangás e animes, o mundo não é apenas bankais e hadoukens.

Até a próxima.




Share this

Related Posts

Lembre-se eu vou ler seu comentário, apenas pense antes de escrever.

Contato

ricardohaw@gmail.com

Latest Post

Creative Commons

Licença Creative Commons
O trabalho Como Desenhar-mangá de Ricardo Haw está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://comodesenhar-manga.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://comodesenhar-manga.blogspot.com.br/.