terça-feira, 15 de abril de 2014

Como desenhar Homens Parte 2

Como desenhar homens Parte 2.
E também...

Feliz dia do desenhista \o/.


Da um abraço forte no seu gato, 
se você não tem gato se vira.



Enquanto isso a Tori continua correndo atrás do Ashu... PEGA ELE TORI!

Não se esqueça de passar no meu Deviantart pra gente conversar sobre os mistérios do universo!



  E ai galera belezura?

  Hoje quase esqueço que tinha que postar no blog, estou fazendo um trabalho em parceria com Denis do blog Denis o pimentão, também estou fazendo um trade com a Yash do blog little fennec, e ainda por cima ontem foi o primeiro dia no outro curso que eu comecei a fazer. Enfim vocês me entenderam, ... assim espero.


  Mas, continuando com o que nos interessa de verdade, hoje eu  vou continuar com o assunto da semana passada: Como desenhar Homens.

 - KYAAAAAH FINALMENTE FOI DESENHAR MEU PERSONAGEM QUE TANTO AMO!
 - Segura as ponta ai minha amiga fã de Love Lab... alias boa imitação da Maki.

 O assunto de hoje será um pouco mais complexo, eu vou falar de anatomia, então se preparem.

Como desenhar homens Parte 2.

Vou aproveitar o material do blog antigo para usar aqui.

 Para entender melhor vamos dividir os estudos em cinco partes, sendo que a primeira parte que era a cabeça já foi explicada na matéria  anterior.


 Vamos para a segunda parte pegando também um pouco do assunto sobre a parte 3 que seriam os braços, depois iremos falar da barriga e das pernas mais pra frente.
  Lembrando sempre que homens tem os ombros mais largos que as mulheres independente de ser magro ou gordo, nunca faça um homem com cintura fina e curvilínea pois, essas são caracterizaras do corpo feminino, e lembre-se mais uma vez de que homens tem traços angulares em outras palavras o homem tem o corpo mais "quadrado" para simplificar.

 O ombro é uma das partes mais chatas de ser desenhadas, a parte mais chata de desenhar é o bendito do deltoide


O deltoide se liga a parte frontal no peitoral e a parte posterior na escapula, e também ao braço, existem muitos livros de anatomia medica e de fisiculturismo que falam muito bem sobre esses ligamentos, estudar eles é de grande  importância caso você queria desenhar um personagem com a anatomia mais próxima do estilo helênico ou acadêmico.

 Nos desenhos orientais hoje em dia vemos poucos desenhos com anatomia mais exata, isso era algo muito  usado nas décadas passadas como por exemplo nos desenhos de Street Fighter, Hokuto no Ken, e Berserk  por exemplo. Nesses exemplos citados os personagens masculinos tinham corpos bem desenhados com um estudo anatômico muito bem elaborado, para fazer desenhos desse jeito é necessário  estudar muito anatomia.

   Neste desenho (do blog antigo) eu mostro como o músculo do ombro se comporta quando se movimenta e a sua ligação com as costas, além do desenho do ligamento dos ossos da escapula, úmero e clavícula, veja que tudo isso se parece mais com uma aula de medicina do que com uma aula de desenho, e de fato se você não souber como os músculos  se comportam quando se movem vai ser muito difícil conseguir desenha-los.

  No caso dos ombros masculinos podemos exagerar um pouco no seu tamanho, isso iria mostrar mais força, ombros menos definidos e mais magro também podem ser usados para representar personagens mais novos ou mais fracos, hoje em dia nos desenhos orientais dificilmente você vai encontrar ombros bem definidos, hoje em dia eles "carimbaram" os corpos masculinos com aquele estereótipo magro e com quase nada de músculos.


   Ao desenhar o ombro e o braço lembre-se sempre que o deltoide é a ligação entre eles, então se houver alguma  duvida sobre o posicionamento do músculo não deixe de procurar referências na internet.
  O braço e ante braço masculino são símbolos de força junto com o ombro, desenha-los exige um pouco de conhecimento em movimentação.
  Desenhar braços  finos em um corpo com ombros largos é muito estranho, os dois tem de caminha juntos nesse ponto, as costas no corpo masculino também tem uma grande importância já que são elas que fazem a maior parte do esforço.

 Ao desenhar os braços lembre-se que os músculos do braço são bíceps e tríceps, sendo que o bíceps fica  na parte frontal do braço e o tríceps na parte posterior.

  No desenho acima temos os nomes dos musculoso e uma pequena explicação sobre a movimentação deles.

 - Haw o assunto parece bem complicado, tem alguma dica para gente?
 - Sim eu tenho sim minha grande amiga fã de Kaleido Star.

 O melhor a se fazer quando estamos estudando anatomia, (seja masculina ou feminina) é usar livros de anatomia medica ou de fisiculturismo, nesses livros há muitos exemplos dos ligamentos e da movimentação da musculatura, de fato você vai encontrar muitas imagens e exemplos com desenhos de pessoas muito fortes, mas sabendo desenho pessoas fortes fica fácil desenhar pessoas fracas ou gordas.

 Um livro que eu indico é o Guia Dos Movimentos de Musculação de Frederic Delavier.

 Apesar do livro tratar de um assunto totalmente diferente do nosso, ele possui muitos desenhos dissecados mostrando movimentos do músculo, eu usei esse livro por muito tempo juntamente  com o site posemaniacs que eu acho que já citei aqui. 

 Na próxima matéria eu vou continuar no assunto sobre corpos masculinos.

 Por enquanto é só pessoal até mais ver.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Como desenhar Homens.

Como desenhar Homens.

Desenho antigo do Caos e da Meli, alias estou retomando esse projeto ^^
Passa lá no meu Deviantart pra gente comer umas bolachas.



 Eai galera tudo tranquilo?

 Andei meio sumido na semana passada, eu estava doente e não deu pra fazer nada, realmente nada, o projeto que estou fazendo em parceria com a galera aqui da minha cidade  ficou parado, assim como o TCC e muitas outras coisas.

 Mas estou de volta, peço desculpas por não ter a matéria extra da semana passada, mas a Yash do blog Little Fennec fez uma entrevista comigo da uma passada lá no blog dela e veja a entrevista: littlefennec.wordpress.com.

 Um último recado: Para quem mora em Ribeirão Preto ou ali perto estarei no SESC Ribeirão Preto das  15:30h ás 17:30h nos dias  12/13 e  26/27 desse mês de abril comandando uma oficina de Mangá, conto com a presença de todos.

Atendendo a pedidos de muitas leitoras do blog hoje eu irei falar mais sobre como desenhar homens.

- \o/ Uhuuuu até que enfim uma matéria sobre corpos masculinhos.
- Segura as pontas minha amiga fã de Dragon Ball, se eu for falar de tudo duma vez a matéria iria ficar grande demais =/.

Vamos começar pela base e pelos tipos de rostos e uma pequena nota sobre ao corpo masculinos.

O desenho abaixo é só uma representação simples e rápida do corpo masculino, lembre-se o esboço primário deve ser sempre um desenho rápido e sem compromisso.



 Até aqui nenhuma novidade, o esquema acima tem  8 cabeças de altura ou seja cerca de  1,80 a 1,85 de altura, reparem nas linhas acima do ombro a linha AZUL representa a distancia de uma cabeça para da cada lado, nesse espaçamento é onde  fica a largura do ombro, a metade desse espaço é a linha VERDE que determina a largura da cintura.

- Isso é uma regra Haw?
- Não minha amiga fã de Haruhi, não é uma regra, tanto que em alguns casos você vai ver corpos masculinos com mais de 4 cabeças de largura para os ombros, um exemplo onde isso acontece é em alguns mangás da CLAMP por exemplo.

Não é uma regra mas é necessário saber  que o homem tem os ombros mais largos e o quadril estreito, ao contrario as mulheres que tem os ombros estreitos e o quadril largo, sabendo essa base não fica difícil desenhar um esboço masculino.

Eu irei falar mais sobre o corpo mais a frente em uma próxima matéria, por enquanto gostaria de falar de algumas características do  rosto masculino, isso por que a dica de usar linhas angulares no rosto também vai ser usada quando formos desenhar o corpo.


  Ao fazer um esboço do rosto masculino leve em conta algumas caracteristicas, o rosto masculino é mais robusto que o feminino, e possui traços mais angulares, tente não fazer muitos traços arredondados isso deixa o rosto mais feminino e o personagem pode acabar andrógeno. O queixo tende a ser mais largo assim como seu maxilar que é mais estendido.

 Ao fazer os olhos, tente não faze-los muito grande e tão arredondados, lembre-se que isso é uma característica mais feminina, se os olhos forem realmente grandes tente fazer eles bem angulares eu vou fazer um exemplo mais a frente, as sobrancelhas são mais grossas e o nariz é mais  robusto assim como os lábios, isso são características  que deixam o personagem com uma aparência de um homem forte de seus  20 a  30 anos.


 Existem muitas outras características no rosto masculino que eu irei explicar a seguir, após isso irei fazer uma breve explicação sobre a anatomia masculina em um próximo post.


 Nesse caso irei mostrar um rosto alongado e com cabelos compridos, essas características se mal empregadas podem deixar o personagem andrógeno, no caso do rosto alongado iremos fazer um esboço com o queixo mais triangular.

Nota.

Eu não gosto de fazer queixos pontiagudos, essa é uma característica vista em muitos mangás shoujo e josei, nada contra até acho muito interessante, mas eu não gosto de usar nos meus personagens, no meu caso eu deixo a ponta do queixo mais  retangular, você pode fazer a sua maneira.

 Quando for fazer o cabelo comprido em um personagem masculino tente não detalhar muito a franja, e faça o cabelo mais bagunçado, caso contrario o cabelo irá ficar carregado com características femininas, o rosto deve ter mais traços angulares por se assemelhar a um triângulo, lembre-se que traços angulares são características masculinas, os olhos também não podem ser bem redondinhos e cheios de detalhes.

 Quando o rosto for mais alongado tome muito cuidado com traços redondos, e com características delicadas como sobrancelhas finas e nariz pequeno, essas características podem distorcer o personagem.

Outro tipo de rosto seria o redondo, essa tipo de rosto em sua maioria pertence a personagens mais gordos, não que isso seja uma regra o personagem pode ate ser forte e ter o rosto arredondado, mas essa característica não combina em nada com um corpo magro.

Ao fazer um rosto mais redondo devemos fazer o  queixo mais arredondado (daaarrr) isso vai fazer com o personagem pareça um pouco acima do peso em alguns casos, mas isso não é regra como eu disse anteriormente.

 Partes onde as linhas forem mais retas devemos aplicar traços angulares, como por exemplo no queixo e no maxilar, lembre-se de não fazer sobrancelhas muito finas.

Se por acaso seu personagem também for careca como o exemplo acima lembre-se de desenhar o topo da cabeça de forma correta, se você fizer um topo  muito reto vai ficar esquisito.

Existe ainda outros tipos de desenhos mais estilizados dos olhos e rostos que eu vou apresentar em seguida, porém esses  três tipos de rostos podem ser usados como base para desenhar infinitas características  faciais.

Outros exemplos de rostos abaixo.

Notem que o ultimo desenho ficou meio andrógeno, isso é devido a falta de linhas angulares no rosto, lembre-se sempre disso para não correr o risco de seu personagem ficar com um rosto feminino.

Na próxima semana que continuo o assunto e vou falar mais sobre o corpo masculino, o certo seria fazer uma matéria extra, mas vou abrir uma exceção esse mês.

Por enquanto é só galera.

Até mais o/

terça-feira, 25 de março de 2014

Perspectiva Parte 3.

Perspectiva parte 3.

Trade que eu fiz com a Yash.
Entra lá no meu DA pra gente tomar um café.

 E ai galera tudo tranquilo?

 Bem hoje nem era para ter  matéria, mas arranjei um tempinho e o mais importante ideia para postar aqui.
 O maior problema é ter uma ideia do que falar para vocês, desenho é um assunto que tem muitas coisas para se falar dai acabo me perdendo na hora de pensar em algo para postar aqui.
 Por isso é muito importante que vocês comentem pedindo alguma matéria assim eu consigo ter um foco, e outra com todo o trabalho de TCC de mecânica sendo feito minha cabeça tá mais pensando em engrenagem e cálculos de resistência de materiais do que mangá.

 Enfim vamos começar.


 Proporções em perspectiva.

Ok galera quando se trata de colocar um objeto em perspectiva muitos problemas surgem, como por exemplo, um personagem mais ao fundo fica menor quanto um personagem a frente fica maior porém os dois tem a mesma estatura... complicado isso?

Sim e não; depende do quanto você já decorou as regras de perspectiva.

Vamos com um exemplo aqui.


 Aqui temos um esboço de um personagem com 7 cabeças e meia de altura, isso da em torno de 1,75m,  agora vamos supor que esse personagem está ao fundo e existe outro personagem com a mesma altura a sua frente, o que devemos fazer para que isso aconteça?

   A primeira coisa a se fazer é imaginar o personagem em cima da linha do horizonte, e para facilitar sua vida sempre use isso (depois você até pode quebrar essa regra, mas de começo é bom decorar dessa forma). Desenhando o personagem em cima da linha do horizonte e localizando o ponto de fuga você terá uma noção melhor para projetar o outro personagem que estará a frente.

 - Certo Haw, mas sempre que eu faço algo assim o personagem da frente  fica desproporcional e eu acabo me perdendo toda no desenho e acabo amassando a folha!
 - Muita calma nessa hora minha amiga Fã de Noragami, e não desperdice folhas assim!

 Repare que as linhas que medem a proporção da altura do personagem estão em vermelho eu fiz isso para elas chamarem mais a atenção, pois com elas que  você vai projetar o outro personagem, para isso você tem que traçar linhas de projeção em cima das linhas de proporção do personagem como no exemplo a baixo.


(fazer desenho com pressa nunca fica bom, nem mesmo esboço ¬¬ )

 Usando as linhas de projeção você consegue colocar as proporções do personagem ao fundo na frente, assim você tem as medidas para desenhar o personagem a frente, é claro que as proporções do personagem a frente acabam sendo um pouco distorcidas, mas isso ocorre por causa da própria visão em perspectiva.

No final é só apagar as linhas de projeção.



 E depois de apagar as linhas de projeção e completar os personagens nós temos uma visão melhor da perspectiva  entre os dois, é claro que isso foi um exemplo bem simples e apenas alguns esboços sobre o assunto.


 Bem galera hoje fiz a matéria em tempo recorde, com toda certeza os desenhos não ficaram aquelas coisas, mas espero que eu tenha conseguido passar a ideia básica de como fazer personagens em perspectivas diferentes, eu irei retornar ao assunto em outras matérias.

 Por enquanto é isso, se precisarem de algo é só mandar um comentário, e lembre-se de me dar alguma ideia para facilitar minha vida.

 Até mais ver o/.

terça-feira, 18 de março de 2014

Como publicar minha historia Sr. Haw?

Matéria Extra.

Como publicar minha Historia em quadrinhos Sr. Haw?

Já sabe né passa lá no meu Deviant Art pra me dar aquela abraço.

Sinal de alerta, matéria extensa chegando prepare-se para ler.

 Eai galera tudo tranquilo? Notaram pequenas diferenças no blog?

 Antes de começar a matéria gostaria de falar sobre as pequenas mudanças no blog.

 A primeira é o domínio próprio, agora o site passa a ser comodesenharmanga.com, isso não muda nada para você leitor mas ajuda a melhorar as visitas aqui no blog.

  A segunda mudança, o site não tinha anúncios, agora coloquei poucos anúncios da j-list que vende muitos materiais de ótima qualidade para quem quer desenhar.

Agora voltando a matéria.

  Eai então você finalmente cruzou a barreira do amadorismo e quer seguir carreira profissional nos desenhos certo? Agora quer deixar de ser um jovem Padawan para finalmente ser um Jedi ou um Sith sei lá. 

 Calma muita deve ter você.

 Ainda existe algumas barreiras, pequenas mas importantes para que você possa publicar sua historia.

- Bem Haw, mas eu já tenho vinte paginas da minha HQ aqui prontinha o que eu devo fazer? Imprimir elas e sair distribuindo na rua?
- Olha meu amigo fã da Vertigo não é má ideia, desde que você consiga um lucro nisso tudo, a ideia é valida.

Para facilitar a vida de vocês eu irei falar sobre tipos de publicações, e registros de historias.

Tipos de publicações.

  • Independente.
  • Em conjunto ou parceria.
  • Através de editoras
  Ambas podem (independente/parceria) ser digitais ou impressas, aqui eu vou dar um pequeno atalho das coisas que eu sei sobre esse tipo de publicação cabe você continuar a sua pesquisa no nosso amigo google para complementar as informações passadas aqui.

Publicação Independente. 

 O nome já diz tudo, a publicação vai partir do próprio autor, ele vai bancar todos os custos de criar, imprimir e distribuir as revistas, meu camarada Luciano Salles é um exemplo, ele que bancou tudo em sua obra, desde a criação até a distribuição da revista, alias muitas coisas que vou passar aqui no blog  foram coisas que eu aprendi na oficina que ele fez no Sesc aqui da minha cidade.

 O site do Luciano Salles é esse. dimensaolimbo.com

- Poxa Haw isso parece ser bem caro!
- Bem calma ai meu amigo fanático por Gurren Lagann, eu já vou falar sobre isso.

Sendo um autor independente você vai ter que trabalhar ( e muito ) para vender seus quadrinhos, quanto ao preço você sempre tem que pensar na sua margem de lucro, afinal se você não tiver um retorno sobre a venda do seu trabalho no final só terá prejuízo e não terá como bancar sua próxima HQ!

O que deixa uma revista potencialmente cara é o material utilizado para fazer ela, vamos colocar um exemplo de preços que eu levantei essa semana para a impressão de uma revista que eu estou fazendo.

Os valores que estou colocando aqui foram cotados apenas para uma única revista, geralmente quando se faz em grande quantidade o preço acaba diminuindo bem, para isso o melhor é pesquisar na internet valores de impressões.

Uma revista com 40 paginas terá 20 laminas no tamanho A4 (laminas são as paginas imprimidas frente e verso, abertas) esse número de páginas feitas em papel couché 70m/g² em preto e branco ficaria em torno de R$20,00, um preço alto para apenas uma revista.

Essa mesma revista com o mesmo número de páginas no mesmo tamanho imprimida em folha sulfite 70m/g² ficaria em  R$1,80 uma diferença enorme de preço! Porém com um material de qualidade muito inferior.

Lembre-se que eu não contei a capa e a contra capa, além de outras coisas com acabamento da revista e etc. 

Se você for ser um autor independente tem de pensar em todos esses valores e na sua margem de lucro que deve ser no ideal de 100% ou seja se a revista  custou R$10,00 para ser feita você deve vender ela no mínimo por  R$20,00 para não ter prejuízo e poder continuar a publicar suas revistas.




 E existe outro porém, você mesmo que vai ter que cuidar da distribuição do material e da venda, ou seja todo o trabalho vai partir de você, é importante pensar nisso, pois no momento que você estiver vendendo não poderá estar criando, é bom se programar e se organizar para isso!

-  Poxa Haw, mas de verdade eu não tenho nenhum capital para começar a publicar minha historia e agora?
- Calma ai meu amigo fã e vivente de Binbou shimai monogatari! 

Existem sites que ajudam as pessoas a publicar suas historias um deles é o catarse.me/pt, mas não pense que a galera vai sair do nada dando dinheiro para você publicar sua historia! Leia o site direitinho e aprenda como eles podem te ajudar.

Outra forma de publicar sua historia é através de grupos, amigos ou pessoas interessadas em publicar se juntam para fazer uma revista em conjunto isso é bem comum de acontecer. E vou falar sobre isso agora.

Publicação em Conjunto ou Parceria!

O nome novamente diz tudo, você e mais uma galera se unem para derrotar as forças do mal... pera não era isso....

Voltando. <<<<

Você e mais uma galera se unem para publicar uma revista, todos os interessados em ter a sua ideia publicada juntam um dinheiro para colocar a revista em circulação, isso vai se parecer mais como uma empresa, e trabalhar em equipe é um pouco complicado,  então  deve se ter muito comprometimento de todos os participantes para dar tudo certo.

Com o valor e tarefas divididas tudo fica mais fácil, mas lembre-se que o lucro também será dividido entre os participantes e é ai que o caldo entorna cuidado.

Revistas em conjunto possuem regras criadas pelo próprio grupo, essas regras podem ser sobre que tipo de historia pode ou não entrar na revista por exemplo, e também sobre os valores a serem usados para que a revista seja feita.

Publicação através de editoras.

Talvez você pense que seria mais fácil então entregar sua historia para uma editora  publicar todo seu trabalho, a ideia é ótima afinal a editora vai cuidar de tudo para você, desde a impressão até mesmo a distribuição da sua obra, sem falar que a venda será bem mais alta do que de forma independente/parceria.

Mas lembre-se a editora é uma empresa, e ela vai querer a parte dela nas vendas da sua historia, eu realmente não sei quanto é a margem de lucro que ela  repassa para o autor da HQ, o importante é pesquisar isso, a grande  vantagem é que usando uma editora você não vai precisar parar de criar para vender sua historia, a desvantagem é que o lucro pode ser menor.

Editoras não aceitam todo tipo de trabalho, por isso é bom enviar o seu melhor trabalho para eles darem uma olhada.

A editora que eu conheço que faz esses tipos de publicações aqui no Brasil é a Newpop, entra lá no site deles e se informa! newpop-editora.com

Existem outra milhares de editoras por isso o legal é entrar em contato com elas com o seu trabalho já finalizado.

- Legal Haw, mas eu morro de medo de roubarem minha historia sobre ninjas que usam latas na testa!
- Olha nosso amigo fã de Naruto voltou, bem nesse caso o melhor é registrar sua historia!

Registro de historias.

Existem enésimas  maneiras de se registrar uma ideia ( porém registrar uma ideia é algo ridículo na minha opinião ) a melhor maneira de se registrar uma HQ é através do ISBN.

O que é o ISBN?

 (copiado do próprio site da ISBN)

Criado em 1967 e oficializado como norma internacional em 1972, o ISBN - International Standard Book Number - é um sistema que identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país e a editora, individualizando-os inclusive por edição.

O sistema é controlado pela Agência Internacional do ISBN, que orienta e delega poderes às agências nacionais. No Brasil, a Fundação Biblioteca Nacional representa a Agência Brasileira desde 1978, com a função de atribuir o número de identificação aos livros editados no país.

 O ISBN registra também HQs, afinal elas também são obras, para isso existe um valor de registro, todas essas informações estão no site da ISBN, depois de registrado seu livro ou HQ ganha um código de barras o que vai facilitar mais ainda a venda de sua obra independente, pois algumas lojas especializadas em HQ geralmente não aceitam obras sem o código de barras.

  Depois existe um segundo registro de Catalogação da sua obra feita no site da Câmara  Brasileira do Livro, no site existe todas as explicações para o que serve e qual a importância da catalogação.

Site da ISBN.

isbn.bn.br

Site da Câmara Brasileira do Livro.

cbl.org.br


Se houver alguma dúvida sobre esses registros eu aconselho a entrar em contato com o site deles, como eu disse antes, estou apenas fornecendo um atalho para vocês, cabe a vocês complementarem as informações aqui pesquisando tudo na internet.




- Ok Haw, mas realmente minha grana está curta, há outra maneira de publicar minha historia?
- Sim com toda certeza amigo e fã do Gato Felix.


Publicar uma historia de forma on line é uma boa saída para mostrar seu trabalho para todos, o site ISSUU hospeda revistas em formato .pdf, eu publiquei minha historia Tales of Ink no Issuu.



O único chato é montar o arquivo em .pdf, mas isso é uma opinião pessoal.

Existem muitas outras formas de publicação on-line é só pesquisar.
 
Também existem grupos que se dedicam a publicar suas historias na internet, como por exemplo a POPCAKE que tem historias com tema mais feminino.

(alias vou falar mais sobre o trabalho da POPCAKE em outras matérias!)

Aqui o link da POPCAKE.

POPCAKE

E também a conexão nanquim que também está fazendo um ótimo trabalho de publicação.

Link deles.

conexção nanquim

Entre em contato com eles para tirar suas dúvidas!


Algumas informações extras!

Bem galera, publicar uma historia não é algo difícil, da um pouco de trabalho sim, escolher a maneira que você quer publicar é o último passo na verdade.

Antes de querer sair publicando sua historia você deve ter no mínimo finalizado ela, não adianta sair entrando em contato com grupos de publicação on line ou editoras com um trabalho pela metade, eles não vão te dar atenção e com razão!

Não seja mala em ficar entrando em contato para tirar duvidas simples, pesquise e pesquise muito na internet antes de enviar um e-mail, ficar enchendo a caixa de e-mail de editoras e grupos é algo que vai te marcar como "autor mala" e quando você for querer publicar algo de verdade vai ser mais difícil ainda.

Procure pedir revisões de seu trabalho para pessoas que sabem bem as regras de português (ou inglês caso sua historia seja bilíngue), revisão é algo de extrema importância, por exemplo minha historia só foi revisada por eu mesmo, no final há alguns pequenos erros de ortografia que só fui perceber mais tarde, isso é comum de acontecer se não há alguém para revisar sua historia.

Antes de sair gastando dinheiro com impressões da sua revista pesquise preços de gráficas, os valores mudam muito e também é bom saber se alguém vai realmente querer comprar seu trabalho.


 
 Considerações finais.

Publicar uma revista em quadrinhos é o sonho de quase todo desenhista/autor, para se fazer isso é necessário uma boa pesquisa e contatos, muitos contatos, sempre tente participar de oficinas sobre o assunto, não fique preso apenas ao tema Mangá procure saber de tudo sobre o mundo dos quadrinhos afinal como eu já disse mangá não é estilo de desenho, é apenas uma outra forma de se falar revista em quadrinhos!


Quando finalmente seu trabalho estiver pronto, peça revisões, e procure saber a opinião das pessoas sobre sua historia, isso vai dizer qual onde você pode melhorar antes de sair por ai gastando dinheiro atoa.

Não seja mala! Essa é a regra numero um de todos os ilustradores e autores, não fique entrando em contado pedindo para publicar uma historia que ainda nem existe, quando tudo estiver pronto e revisado eu tenho certeza que as editoras e grupos estarão dispostas a olhar a sua obra.

Se informe quanto ao registro da sua historia, existem muitas formas de registrar uma obra.

E o mais importante, participe sempre de eventos e oficinas, lá você vai aprender muito mais, fazer uma historia em quadrinhos não é apenas saber desenhar bem, isso é apenas uma parte de algo muito maior.

Isso ai galera, tudo isso que eu falei aqui foi um atalho para você começar a sua pesquisa na internet.

Gostaria de agradecer ao camarada Luciano Salles que passou informações de grande importância sobre registros de obras na oficina do Sesc. Relembrando o link do site dele: http://www.dimensaolimbo.com/

Também queria agradecer a Yumi Moony, autora de Sigma Pi, ela passou algumas informações sobre a revista POPCAKE. Link do site da Yumi:

http://www.sigmapi-project.com/ e também relembrando o link da revista POPCAKE: POPCAKE

E claro agradecer a Yash do blog Little Fennec que sempre me ajuda a revisar a matéria do blog, o link do site dela é o seguinte:

http://littlefennec.wordpress.com/

É isso ai galera até semana que vem!

terça-feira, 11 de março de 2014

Personagens "fofas"

Matéria Intermediária.

Personagens "Fofas" parte 1.



Fanart de Ichinose Kotomi de Clannad.
Já sabe né não custa nada passar no meu deviantart.


Eai galera tudo tranquilo ?

Atendendo a muitos pedidos no blog e nos e-mails hoje vou falar um pouco sobre as características das personagens mais "fofas".

- Pra que as aspas em fofas Haw?
- Bem caro amigo fã de Hokuto no Ken, é que fica muito complicado dizer "fofo" quando o certo é dizer carismático, mas mesmo chamando um personagem de carismático também não fica bem explicado enfim é complicado.

O que quero dizer é que uma personagem pode ser carismática mesmo sendo feia (como no mangá Kuragehime/Princess Jellyfish por exemplo) isso vai depender mais da personalidade do que das características físicas do personagem.

E quando digo as personagens não quero dizer apenas as personagens do sexo feminino (se bem que o foco nessa primeira parte será nas meninas), isso serve para o sexo masculino também.

 Um dia eu darei foco em fazer essa historia ¬¬


Personalidade é um assunto complexo,  infelizmente com a onda de fanservice atacando o mundo dos mangás as personagens estão ficando cada vez mais lineares, e não vemos muita diferença entre uma e outra. Uma ou outra personagem se salva depois eu comento um pouco sobre isso.

Isso se deve a constante entrada de Otakus nos estúdios de mangás e animes que só querem fazer personagens com as características que agradam apenas ao um publico exclusivo, Hayao Miyazaki já havia criticado duramente esse comportamento nos estúdios de mangás e animes, e eu acho que poucas pessoas entenderam o que ele quis dizer.

- Poxa Haw, mas o certo não é Otaku fazer mangá?
- Olha amigo fan de Love Hina, vou explicar isso melhor, mas essa matéria iria perder o foco então por hora eu vou deixar isso um pouco mais para frente pode ser?

Voltando a características físicas.

Existem sim algumas características mais marcantes em personagens carismáticas (ou fofas vocês decidem como querem chama-las).


Está escrito em inglês pois, eu vou aproveitar
 esses desenho no blog em inglês que eu estou fazendo.

O que eu vou dizer agora não é uma lei, não existe isso em arte, uma personagem pode ser carismática e não ter nenhuma característica "fofa" e vice versa.

Mas podemos dizer que as características mais marcantes em ordem decrescente são essas:

  • Personalidade.
  • Rosto, olhos, cabelo, e etc.
  • Roupas.
  • Acessórios
  • Corpo.

Personalidade.

A personalidade é tudo, não somente para personagens fofas, mas para qualquer personagem, um personagem sem graça que só sabe falar sobre "o poder da amizade" ou que só fica pulando de um lado pro outro soltando poderes, pode até ser interessante para vender algum produto, mas logo ele cai em esquecimento.

Personagens marcantes não precisam ser espalhafatosas, ter peitos enormes, e usar roupas escandalosas, tudo isso é coisa de fanservice, uma personagem pode ser uma "tábua" e chamar muito mais a atenção com suas ideias e com suas atitudes do que uma personagem que tenha apelo sexual.

As personagens fofas são as mais interessantes na minha opinião, pois ao mesmo tempo que elas são delicadas e um certo ponto elas são bem fortes em outro, por exemplo a Misaki Ayzawa (de Maid Sama escrita por Hiro Fujiwara) ao mesmo tempo que ela é forte fisicamente, ela tem um corpo delicado, sem falar de outras características que ela possui.

A Horo de Spice and Wolf (escrito por Isuna Hasekura) também possui essa característica, ela é muito inteligente e também carismática, apesar de aparecer nua em partes da historia o foco maior está em suas ideias e na sua conversa.

É complicado dizer qual personalidade é aquela que define uma personagem "fofa", geralmente elas não precisam de apelo sexual para chamar a atenção, não precisam se destacar muito no decorrer da historia, podem falar pouco ou muito, enfim, isso é algo que você deve definir quando for criar sua personagem, você pode se basear em pessoas reais ou em personagens que você conhece.

- Mas eu queria apenas desenhar uma personagem "fofa" e não criar uma historia inteira sobre ela.
- Certo meu amigo  fã de Kanon, então vamos continuar.

Rosto, olhos, cabelos, e etc.

Dependendo da época que você ver um mangá ou um anime você vai perceber grandes mudanças nos traços dos personagens (por isso mesmo mangá não é estilo de desenho já que existem tantas variáveis nos traços), como eu disse na matéria extra passada, estética é algo que muda conforme o tempo.

Nos anos 80 até começo dos anos 90 as meninas eram esguias, com pernas bem longas olhos grandes cabelos simples, o rosto era alongado com um queixo fino. As coisas mudaram muito nos anos 90 até 2000, alguns estúdios como a Visual Key Arts arriscaram em fazer as meninas com os olhos enormes (o que já era grande ficou maior ainda) a Clamp começou com Sakura Card Captor (preciso dizer o quanto ela é fofa?) e Angelic Layer, não podemos esquecer de Ah! Megami Sama, e muitos outros, bem o caldo entornou de 2000 pra cá, nenhum estúdio até o momento teve uma inovação significativa quanto ao Rosto das personagens, a Kyoto Animation travou no estilo "K-On" e todas as personagens estão com o mesmo estilo de  rosto, olho e cabelo, não que esteja ruim mas não tem nada de novo... e quem não inova uma hora enjoa...( e reparem que foi a própria Kyoto Animation que fez as animações da Visual Key Arts como Kanon e Clanad)

- Tá certo, mas você poderia mostrar algum exemplo prático sobre o assunto Haw?
- Sim com certeza meu caro amigo fã de Tomates Assassinos... pera o que um fã de filme trash ta fazendo aqui O.o?


Desculpem o exemplos não terem ficados tão bons.

No exemplo acima eu quis mostrar algumas características marcantes em personagens fofas, o primeiro exemplo tem olhos grandes, cabelo bem simples e um  rosto mais fino, era muito comum isso em Sailor Moon e Utena por exemplo, esse estilo de desenho sumiu a um bom tempo, bem pelo menos eu nunca mais vi ninguém fazendo desenhos assim.

Já o segundo exemplo tem o rosto um pouco mais largo, os olhos são enormes o cabelo é simples e o pescoço é bem fino, reparem  também que tanto no exemplo 1 quanto no 2 não existe nenhuma estética de desenho acadêmico, a orelha é bem pequena e não está na mesma altura da sobrancelha, o nariz é praticamente um ponto, a poucos detalhes no rosto.

O exemplo 3 é mais trabalhado que o exemplos anteriores, o rosto  tem mais proporções acadêmicas, os olhos apesar de estilizados não são enormes como nos exemplos anteriores, o cabelo tem mais detalhes assim como a boca e o nariz, o formato desse rosto é mais complexo de se fazer e requer um bom estudo de desenho acadêmico.

O quarto desenho possui um pouco da característica dos outros três. Os olhos das personagens fofas são amendoados e tem brilhos grandes, eles tem aparte de  cima com um arco baixo e circular mostrando um ar de tranquilidade e ao mesmo tempo de felicidade, isso não é uma regra beleza! Existem milhões de tipos de olhos para se estudar.

Roupas.

Personagens fofas usam roupas fofas... (darrr) é claro que pode existir personagens com carisma mas que são bem largadas na hora de se vestir e isso pode até ser um ponto interessante na personagem, roupas seria um assunto para outra matéria assim como acessórios que acabam caindo no mesmo assunto.

Corpo.

Amigos uma personagem carismática não precisa ter um corpo escultural, mas infelizmente vemos que o fanservice está transformando todas as personagens fofas em peitudas com cintura finíssima, ou em menininhas magrelas e baixas, não caia nessa, faça o corpo que quiser na sua personagem contanto que a personalidade dela chame muito mais a atenção do que o corpo dela.

Uma personagem fofa cativa o publico com seu carisma, com seu jeito e não com seus peitos sakou?

Essa foi a parte 1  do assunto sobre personagens fofas, na próxima parte eu falo mais sobre roupas, corpo e um pouco mais sobre rosto.


Bem galera é isso ai, hoje foi extremamente corrido, eu nem caprichei muito nos exemplos pois o tempo estava curto mesmo, na próxima matéria eu capricho mais neles.

Até semana que vem!